NOTÍCIAS

Construção civil tem maior saldo de contratações entre segmentos da indústria fluminense em 2021

| FIRJAN

A construção civil fluminense registra saldo de 5.462 postos de trabalho de janeiro a abril deste ano, sendo o melhor desempenho entre os segmentos da indústria do estado do Rio, de acordo com análise feita pela Firjan a partir da plataforma Retratos Regionais. Os municípios do Rio de Janeiro e de Macaé têm os melhores resultados na construção civil, com saldo de 2.377 e 2.154 vagas, respectivamente. Montagem de instalações industriais e de estruturas metálicas (+2.374), instalações elétricas (+1.349) e construção de edifícios (+878) são as áreas com maior destaque no segmento.

“A construção civil apresenta enorme contribuição para o desenvolvimento do estado. Diante da importância, a Firjan inaugurou nesta semana um centro de referência, a mais moderna e atualizada unidade de formação profissional e inovação do país, para apoiar toda a cadeia produtiva do setor”, ressaltou o gerente geral de Competitividade da Firjan, Luis Augusto Azevedo.

A análise feita pela Firjan, considerando o saldo de contratações e demissões do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mostra que, ao todo, a indústria fluminense abriu 12.531 postos de trabalho no acumulado do ano, incluindo o desempenho da extrativa, de transformação, construção civil e Serviços Industriais de Utilidade Pública. A federação aponta que o bom desempenho da indústria está disseminado pelo estado. Em abril, mesmo diante do agravamento da pandemia de Covid-19, o setor abriu 2.013 vagas.

O segundo melhor desempenho na indústria fluminense de janeiro a abril é do segmento de manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos, com saldo de 2.280 postos de trabalho. Na análise por município, Rio de Janeiro (+700) e Volta Redonda (+482) têm os melhores resultados no segmento e, por áreas, os destaques são instalação de máquinas e equipamentos industriais (+640), manutenção e reparação de embarcações (+624) e manutenção e reparação de máquinas e equipamentos da indústria mecânica (+589).

O terceiro maior saldo na indústria do estado do Rio é do segmento de confecção de artigos do vestuário e acessórios (+1.597). Nova Friburgo (+677) e Rio de Janeiro (+532) registram os melhores desempenhos do segmento entre os municípios fluminenses. Entre as áreas, os maiores saldos são de confecção de roupas íntimas (+947) e confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas (+647).

Os segmentos de fabricação de produtos de minerais não-metálicos (+971) e fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (+544), bastante impulsionados pela construção civil, também estão entre os destaques da indústria do estado do Rio em 2021.

Considerando todos os setores – indústria, serviços, comércio e agropecuária - o mercado de trabalho fluminense ganhou 32.384 mil postos de trabalho neste ano. Além do setor industrial, o setor de serviços também apresenta saldo positivo, com 20.325 vagas, puxado pelas atividades de atenção à saúde humana (+5.587), serviços para edifícios e atividades paisagísticas (+3.102) e administração pública, defesa e seguridade social (+2.753). A agropecuária (+797) também tem saldo positivo. O comércio (-1.269) fechou vagas em 2021.

Plataforma Retratos Regionais

A plataforma Retratos Regionais, lançada pela Firjan em 2020, tem como base o saldo de empregos formais disponibilizados no Caged, do Ministério da Economia. Em painel setorial são disponibilizados dados específicos dos setores industriais.

Em painel regional, que também permite a busca por município, é apresentado o cenário geral de empregos, incluindo todos os grandes setores. A plataforma pode ser acessada através deste link: www.firjan.com.br/retratosregionais.

Para saber mais sobre Novo Centro de Referência da Construção Civil da Firjan SENAI SESI Tijuca.

Confira a matéria na íntegra.

 


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.